Instalação Do KDEmod 4.1 No Arch Linux

| Comments

Creio que todos os usuários de Arch Linux conhecem ou já ouviram falar do Hugo Doria. O Hugo é um dos maiores representantes do Arch Linux no Brasil e um dos atuais desenvolvedores do mesmo.

Este artigo sobre instalação do KDEmod 4.1 foi escrito por ele e resolvi postar aqui para que possamos atingir mais público ainda. Quanto mais a informação correr, melhor. ;]

Introdução

No Arch Linux o KDE é empacotado de um jeito que eu não curto. Nele, diversas aplicações são “englobadas” em um só pacote (isso é o padrão na maioria das distribuições).

Ao instalar o pacote kdegraphics, por exemplo, você acaba instalando diversas aplicações para manipulação gráfica. Mesmo que você queira apenas a “aplicação x” daquele pacote será obrigado a instalar o kdegraphics todo. Isso torna o KDE enorme e com diversas aplicações que você nunca usa.

A solução para isto é usar o KDEMod, um projeto que visa fornecer uma instalação modular do KDE e otimizada para o Arch Linux.

NOTA: Não há planos para portar o KDEMod para outras distribuições.

Instalação

O primeiro passo a ser feito é remover toda e qualquer instalação do KDEMod anterior. Faça isso com:

pacman -Rscn kdemod-complete

Se você já está usando as versões betas do kdemod4, também faça:

pacman -Rscn kdemod4-complete

Verifique se tudo relacionado ao kde foi removido com:

pacman -Q | grep kde

Se aparecer algo, pode remover. Uma maneira mais direta de fazer isto é executando:

pacman -Q | grep -i “kde|qt” | cut -d “ ” -f1 | xargs pacman -Rd

É preciso, também, remover os arquivos de configuração do kdemod 3 e 4 anteriores, já que eles são incompatíveis com a nova versão:

$ rm -rf ~/.kde ~/.kdemod

NOTA: Ao invés de removê-los eu sugiro que você faça um backup.

Pronto, seu sistema está limpo e agora podemos instalar a nova versão sem problemas. Abra o arquivo /etc/pacman.conf com seu editor preferido e adicione:

[kdemod-core]

Server = http://kdemod.ath.cx/repo/core/i686

NOTA:

  • Remove qualquer entrada referente ao [kdemod] ou ao [kdemod-unstable]

Para instalar o KDEMod faça:

pacman -Sy kdemod

Se quiser o kdemod completo faça:

pacman -Sy kdemod-complete

Seu KDEMod está pronto para uso. :) Para usá-lo basta editar seu ~/.xinitrc ou iniciar o kdm (gerenciador de login do KDE) com:

/etc/rc.d/kdm restart

O primeiro boot do KDE 4 demora um pouco, mas depois melhora. Portanto, não se preocupe.

Caso você queira seu ambiente em português instale o pacote abaixo:

pacman -Sy kdemod-kde-l10n-pt_br

E selecione seu idioma nas configurações do KDE.

Pacotes Adicionais

Agora existe um repositório com alguns pacotes adicionais para o KDE (aplicativos, plasmoids etc). Para usá-lo adicione as seguintes linhas ao /etc/pacman.conf:

[kdemod-extragear]

Server = http://kdemod.ath.cx/repo/extragear/i686

E sincronize a base de dados dos pacotes:

pacman -Sy

Para visualizar o que existe neste repositório faça:

pacman -Sl kdemod-extragear

Por enquanto ainda existem poucos pacotes neste repositório, mas vários outros estão sendo adicionados.

Bem, é isso. Agora é só você aproveitar seu KDEMod 4. No momento que estou escrevendo este artigo ele se encontra na versão 4.1 e já está ficando fantástico.

Maiores informações:

Deixo aqui os agradecimentos ao Hugo em nome de todos pela contribuição.

Comments