O Software Livre Precisa De Você

| Comments

Isso não é mentira. O Software Livre realmente precisa de você.

Como todos sabemos, o Software Livre vem ganhando a cada dia mais nome no mercado e aceitação como solução tecnológica. É comum abrirmos nosso navegador ou leitor de notícias RSS e nos depararmos com notícias que nos mostram claramente essa evolução como a recente “IBM empenhada em oferecer desktops Microsoft-Free”, anunciada no site da Linux Magazine, na qual é abordada a nova parceria da IBM com alguns dos principais distribuidores Linux numa tentativa de oferecer melhores e mais viáveis condições de venda de computadores caseiros trazendo o Software Livre como essência da máquina. É importante vermos que ele passa a ganhar seu espaço não apenas pelo custo se comparado à Softwares Proprietários, mas também pelo funcionamento eficaz do mesmo que está cada vez mais claro.

Mas como um software ou sistema operacional como o Linux, que foi criado por uma pessoa inicialmente na Finlândia, poderia vir hoje a ter tamanha repercussão no mundo? Como ele poderia ganhar tanta voz, respeito e aceitação, diante do fato de que hoje é fácil chegar no colégio / faculdade / trabalho e conhecer alguém que fale do tal pinguim que roda gratuitamente em sua máquina? Como esse sistema ganhou importância tal a ponto de se manter diariamente atualizado e recebendo correções de bugs ou falhas de segurança?

A resposta para essas e outras perguntas é o senso de COMUNIDADE que se formou em volta do mesmo. Como muitos já sabem, o Linux nasceu devagar na cabeça de um desenvolvedor chamado Linus Torvalds, que resolveu jogar sua idéia ao mundo expondo o que ele pensava em fazer e o “como” ele estava fazendo até então.

Neste “como” está incluído o código inicialmente criado por ele, bem como a forma na qual ele estava trabalhando em cima do projeto. Juntamente com essas informações, ele deixou o convite para todos os que desejassem ajudar na elaboração daquela que ele, provavelmente, não imaginasse que seria tão popular depois de alguns anos. Em menos de 24 horas Linus já havia recebido várias respostas a este convite com pessoas se oferecendo para lhe ajudar na tarefa que daria origem ao Sistema Operacional que hoje conhecemos como Linux.

Da mesma forma que o Linux precisou de voluntários e pessoas do mundo inteiro para ajudar naquele projeto inicial, o Software Livre como um todo continua precisando, cada vez mais, de pessoas dispostas a ajudar nesta disseminação de uma solução que se mostra a cada dia: Socialmente Justa, Economicamente Viável e Tecnologicamente Sustentável. Que tal você ajudar também?

Muitos até pensam em ajudar, mas muitas vezes acabam inibindo esta vontade por não saber exatamente como ajudar ou achar que só pode ajudar quem tem bons conhecimentos de programação. A verdade é que além de desenvolvimento, existem outras várias formas de ajudar o Software Livre e em alguma(s) delas seu perfil poderá se encaixar melhor.

Divulgação – O bom e velho boca-a-boca pode ajudar mais do que você imagina. Se você fala das vantagens do Software Livre para 5 pessoas e conseguir convencer 1 pessoa a pelo menos experimentar o Software Livre, já temos um grande lucro. Pois esta ação é multiplicadora e este 1 que experimentou por indicação sua poderá gostar e repassar a idéia para mais pessoas e assim por diante neste ciclo.

Participação em listas ou fóruns na internet – Aqui você ajuda no sentido de tirar dúvidas e dar apoio a quem possa estar começando com o Software Livre. Estas pessoas as vezes acabam desistindo do Software Livre por encontrar dificuldades e não ter ninguém para lhes ajudar ou tirar dúvidas.

Documentação – Escrever artigos, tutoriais, dicas e manuais sobre Software Livre, seja filosófico ou técnico, é sempre bom para ajudar aqueles que buscam informações sobre o mesmo na internet, já que todos sabemos que até para dúvidas como por exemplo “como dar nó em gravatas”, o Google é o primeiro a ser chamado como forma de pesquisa. Escrever documentações e jogar pela web, seja em sites, blogs, papers, wikis, dentre outros, aumenta as chances deste curioso achar tal informação.

Traduções – Esta se divide em duas categorias:

  • Tradução de documentações – Muita documentação já existe sobre Linux e Software Livre em geral, mas uma grande parte deste universo de documentações ainda não se encontra nativa em nossa língua (português do brasil). Esta é tão importante quanto a de documentação em si, já que amplia ainda mais as opções para quem busca informações e conhecimento sobre o assunto.

  • Tradução de pacotes – Quem não gosta de ter seu sistema operacional escrito em sua língua? O papel do tradutor de pacotes também é de extrema importância, pois é ele quem vai tornar possível esta idéia de ter sua máquina funcionando 100% em sua língua nativa na qual as interfaces dos programas e aplicativos estarão lhe passando as informações da forma mais clara possível. Cada distribuição possui a sua forma de organizar essa tradução de pacotes, o que geralmente é simples de se fazer e muito valorizado.

Eventos e Install Fest – Qual forma de divulgação seria melhor do que mostrar e/ou falar sobre um assunto pessoalmente? Os eventos possuem uma importância primordial neste sentido por estarem sempre trazendo atrativos como palestras e mini-cursos abordando o Software Livre como um todo, bem como especificações técnicas de um determinado assunto em particular. Aqui você além de ajudar na organização do evento, pode ajudar com palestras, mini-cursos ou mesmo reunindo alguns amigos e organizando um Install Fest dentro do mesmo, no qual vocês estarão recebendo máquinas de pessoas que desejam ter o Linux rodando em suas máquinas mas não se sentem, por alguma razão, seguros para fazer a instalação por conta própria. Um exemplo de evento que estaremos tendo em breve é o CESOL – Congresso Estadual de Software Livre, que acontecerá entre os dias 19 e 23 de Agosto.

Doações – Muitos projetos de Software Livre que você pode até utilizar no seu dia-a-dia são auto-sustentáveis e precisam de toda e qualquer forma de incentivo para ter uma continuidade garantida. Pessoas voluntárias utilizam suas horas vagas para desenvolver uma aplicação que muitas vezes será útil em diversas tarefas de nosso dia-a-dia. Além do tempo empregado na tarefa, muitas vezes existem custos para hospedagem da mesma a manutenção.

Muitos aceitam doações por paypal por exemplo. Não é tão raro hoje em dia vermos empresas que utilizam-se de Softwares Livres para atender clientes, e como retribuição, façam uma doação ao projeto como forma de também garantir a continuidade do mesmo.

Esta atitude é importante e deve sim ser encorajada. Muitos de nós as vezes ganham dinheiro por nada, como por exemplo com um blog que temos e ganhamos algum dinheiro por propagandas no mesmo, sem que nos custe nada. Este dinheiro também pode ser convertido em doação para algum projeto, como fez o BR-Linux a pouco tempo.

Estas são apenas algumas formas existentes para aqueles que pretendem ajudar de alguma forma o Software Livre. O importante é achar a sua forma de ajudar, não importa qual seja.

Lembrando que cada distribuição tem a sua forma de organização e deve-se buscar estas formas na hora de resolver ajudar em algo.

Espero ter dado algum incentivo a vocês. Ajudemos o Software Livre. Esta é a forma de retribuir por tudo que o mesmo já nos fez.

Abraços.

Comments