Jogos! Porque Nem Tudo é Tela Preta

| Comments

Em minha primeira participação no Almanarch publiquei este artigo no qual gostaria de abordar um tema que acaba por assustar muitas pessoas que cogitam a idéia de utilizar Linux em suas máquinas. Muitos conseguem facilmente entender as vantagens do software livre em termos de segurança, qualidade, estabilidade, preço dentre outras, porém acabam por temer uma ou outra coisa. Neste artigo focarei aqueles que temem usar o Linux como sistema operacional padrão por achar que não vai mais poder se divertir com jogos.

No Arch Linux não é difícil resolver este problema, já que os repositórios estão repletos de jogos prontos para animar o seu dia ou momento de ociosidade. Jogos estes que vão desde os mais simples e clássicos como roms de super nintendo, até mesmo simuladores de vôos repletos de ambientes e gráficos em 3D.

Emuladores e Roms

Com uma simples busca em seus repositórios através do pacman pela palavra “emulator” (# pacman -Ss emulator) poderemos achar emuladores disponíveis para várias plataformas como Gameboy, Mega Drive, Atari, Super Nintendo, Nintendo 64, entre outros.

Os emuladores são uma grande chance para quem gostaria de relembrar seus tempos de infância com games fantásticos como o da ilustração acima. O chamado Chrono Trigger foi e é um excelente jogo de RPG para Super Nintendo que fascinou muitas gerações por sua história onde passamos por várias eras diferentes do mundo entre passado, presente e futuro. Além deste, podemos relembrar outros clássicos desta época como Rock’n Roll Racing e outros vários, já que existem centenas de sites na internet com o único intuito de fornecer roms dos mais variados consoles possíveis.

Além destes antigos clássicos, podemos ainda nos divertir com jogos não tão antigos como por exemplo o Super Mário 64, do Nintendo 64, conforme ilustração ao lado e muitos outros.

Vale lembrar que neste artigo meu foco não é incentivar o uso exclusivo destes roms, já que estes são disponibilizados apenas para testes, onde caso você não tenha o game original, deverá manter o rom em seu computador por apenas 24hs por medidas legais.

Jogos no Arch

Partindo agora aos jogos que rodam nativamente e livre no Linux, vamos apresentar alguns para divertir, ainda mais, os seus dias no Arch Linux.

Como existem vários jogos e de várias categorias, irei abordar apenas 2 de algumas categorias.

**

**

RPG

Na variante RPG temos alguns bons jogos como o The Mana World que agradaria os fans de Ragnarok por ser bastante parecido com o mesmo. Com gráficos simples em 2D, o que permite àqueles que não possuem uma placa 3D jogar, o game lhe permite participar de aventuras em um ambiente online com vários outros jogadores no mundo.

Outro game que se destaca na categoria RPG é o Eternal Lands. Este com gráficos mais robustos necessita que você tenha uma placa com suporte a aceleração 3D. Neste incrível jogo online uma civilização é levada a destruir sua própria existência. Durante este jogo você passará pelos mais variados cenários, todos com ótimos detalhes gráficos.

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Adonthell, Dofus, KQ e Vendetta.

Estratégia

Na categoria Estratégia eu deixo o destaque para o Battle of Wesnoth no qual você tem o objetivo de recrutar membros para sua tropa e conquistar territórios e vilas destruindo o líder de outras tropas nesta luta por conquistas. Com interface simples, este game também não precisa de uma placa com aceleração 3D. Segue ilustração ao lado:

Meu segundo destaque vai para Warzone 2100, no qual você pousa sua nave de trasporte em um mundo onde você deverá estabelecer seu território com a construção de bases, equipamentos, coleta de recursos, naves, tanques e etc. Você deverá crescer no jogo construindo novos veículos e planos de combate para o domínio do mundo, defendendo-se dos ataques inimigos. Este também requer uma placa de vídeo 3D com suporte a OpenGL. Segue imagem abaixo:

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Pingus e UFO: Alien Invasion

Ação Na categoria Ação, esta que é a favorita de muitos fans de games, gostaria de dar o grande destaque para o Urban Terror. Este que é um jogo baseado na engine do Quake, lhe trará vários cenários nos quais você faz parte de uma equipe, ou não, que deverá defender seu território, atacar os adversários, invadir territórios, sendo isto tudo com pessoas pela internet ou amigos em uma rede LAN. O jogo necessita uma placa com aceleração 3D e compatível com OpenGL. A vantagem desde jogo é que é facilmente instalado, precisando apenas descompactar e executar, já trazendo os executáveis para Linux, Mac e Windows, o que facilita na hora de reunir amigos que possuem diferentes plataformas em suas máquinas, onde o mesmo arquivo compactado em seu pendrive servirá para qualquer um deles.

Em segundo lugar, mas não inferior, deixo o Open Arena. Este, também em cima da engine do Quake, se trata de um jogo simples e direto ao ponto. Um jogo no qual você jogará sozinho contra o computador, ou jogares que estejam na rede ou internet. Neste também precisamos de aceleração 3D e suporte a OpenGL na placa.

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: America’s Army, Enemy Territory e Tremulous.

Simuladores

Em primeiro lugar gostaria de apontar o FlightGear. Este é o resultado de um projeto que visava um simulador de vôo extremamente realista com cenários e gráficos muito bons de forma que pudesse ser utilizado inclusive em treinamento de pilotos. Requer também uma placa com aceleração 3D e OpenGL.

Em segundo lugar vou deixar o Lin City NG. Este animará os fans da série Sim City, já que o mesmo lembra muito as antigas versões do mesmo. Apesar dos gráficos não serem muito ricos, este divertido jogo será bastante útil para preencher suas horas sem ter o que fazer, no qual seu objetivo é construir cidades e gerenciá-las de forma a agradar sua população. Segue imagem do mesmo:

Outros games que merecem ser averiguados nesta categoria: Racer, BillarGL e Trigger.

Conclusão

Bom, como podem ver, nem só de tela preta vivem os usuários de Linux. No Arch Linux não seria diferente. O grande lance desse artigo é que todos estes jogos você poderá instalar facilmente no Arch Linux. Todos os jogos que descrevi, com exceção do Eternal Lands e Open Arena, podem ser instalados diretamente pelo gerenciador de pacotes pacman.

Ps: Um guia de utilização do pacman foi amplamente abordado na primeira edição do nosso Almanarch, escrito pelo Hugo Doria.

Com relação aos dois acima citados, você poderá encontrá-los no AUR.

Espero que tenham gostado…

Comments